Mané Garrincha recebe a Final do Campeonato Brasiliense de Futebol Feminino

Neste sábado, a partir das 13h00, acontece no Mané Garrincha a final do 21º Campeonato Brasiliense de Futebol Feminino. Frente a frente estão as atuais campeãs do Minas/ICESP contra a equipe do Ceilândia Esporte Clube.

 

Na final do ano passado, o Minas bateu o Cresspom e, por isso, é o favorito a levantar mais um caneco. Ao longo da competição, o time venceu suas partidas por goleada, como quando enfrentaram o Taguatinga, logo na estreia, e venceram por 20x0. Para chegar na final, o Minas eliminou a SE do Gama em dois jogos, placar agregado de 9x2. A dirigente do clube, Nayeri Albuquerque, disse que o Minas tem um planejamento que vem desde 2015: "Nós iniciamos esse planejamento em 2015. Nesse período, selecionamos atletas, mantivemos um time base e treinamos bastante. Com a exceção de algumas jogadoras que chegaram para reforçar o grupo, estamos com as mesmas atletas há muito tempo e graças a Deus o trabalho está dando certo. Fomos campeãs no ano passado e estamos na final mais uma vez". Diferente dos times masculinos, o trabalho do Minas não vai terminar após a final: "Nós continuaremos treinando, pois o Candangão abre portas para que nós possamos disputar o Campeonato Brasileiro. Esse é o nosso objetivo. Também realizaremos seletivas com meninas das categorias sub15 e 17, duas categorias em que nós nos focaremos visando o futuro do clube", completou a dirigente.

 

Do outro lado, com menos "badalação", estão as meninas do Ceilândia. Sim, o gato preto, que também estará na final masculina, montou uma forte equipe também no feminino e vai tentar desbancar o favoritismo do Minas. Durante a primeira fase, as "Gatas" só tiveram uma derrota, exatamente para o Minas/ICESP, na segunda rodada. Depois disso, o time se achou, não perdeu mais e despachou o São Sebastião num placar agregado de 14x2. O diretor do time, Sidney Resende, conta que, para chegar à final, a trajetória não foi fácil. "É o terceiro ano seguido em que estamos representando o Ceilândia na categoria. Começamos nossa preparação há três meses, e temos um time bem jovem. Apesar disso, elas estão superando todas as dificuldades que temos, já que o time não tem patrocínio e é mantido pela própria diretoria, e estão jogando muito bem. Fomos vice-campeãs em 2015, ano passado terminamos em quarto lugar e este ano estamos novamente na final. Estamos no caminho certo", disse o dirigente. Para sacramentar o bom trabalho, o Ceilândia precisa dar um passo adiante, que seria conquistar o título. Mas Sidney sabe que não vai ser fácil: "Sabemos que o Minas está junto há muito tempo e tem um time muito forte. Mas os números falam por nós. Temos o melhor ataque, a artilheira da competição e por isso acredito que podemos competir de igual para igual." 

 

Quem for ao Mané Garrincha no sábado terá a oportunidade de acompanhar tanto a final feminina, quanto a final masculina, onde Brasiliense e Ceilândia se enfrentam. No primeiro jogo, 2x2 e a decisão está aberta, sem vantagem para nenhum dos times.

 

Mas se preferir acompanhar de casa, não tem problema. A All Sports TV transmitirá AO VIVO a final do Feminino, as partir das 13h, com a narração de Rener Lopes. Imperdível!

 

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags