Vitória em campo, mas polêmica nas mídias sociais, assim foi o Fim de Semana do Goiânia Rednecks

 Foto: Acervo do Campo Grande Predadores

 

No último sábado o Goiânia Rednecks entrou em campo contra a equipe do Campo Grande Predadores pela primeira rodada do Brasil Futebol Americano (BFA). Jogando em casa e com o apoio de aproximadamente 750 torcedores, que marcaram presença no SESI Antonio Ferreira Pacheco, os goianos venceram os campo grandenses pelo placar de 33 x 23.  

 

Com o ataque e a defesa bem entrosados em campo, o Goiânia Rednecks dominou o jogo até o início terceiro quarto da partida, não dando muito espaço para os avanço do Campo Grande Predadores. A equipe goiana conquistou seus potos com Lucas Rato (2 TDs), Bruno Aguiar (1 TD), Daniel Lima (1 TD), Ewan Nunes (1 TD) e Yago Silva (3 EP).

 

Com bela atuação do jogador Felipe Alves “Feijão” e aproveitando a queda de rendimento do Goiânia Rednecks, o ataque e a defesa do Campo Grande Predadores começou a pressionar e os goianos já não conseguiram fazer mais muita coisa na partida. O Ataque do Rednecks já não consegui ter a mesma precisão dos quartos anteriores e a defesa não conseguia segurar os avanços do ataque dos Predadores.

 

"A nossa produtividade caiu muito no segundo tempo, mas parte disso se deve ao fato de termos usados backups em campo, acreditando que a partida estava dominada. Preciso dar ritmo de jogo a todos os meus jogadores e tenho alguns que estão entrando no esquema de jogo agora", disse o técnico do Goiânia Rednecks, que ainda ressaltou a bela reação que a equipe de Campo Grande teve. "Eles fizeram um belo segundo tempo e se continuarem nessa pegada durante todo o jogo, podem até se classificar para os playoffs".

 

Os pontos do Campo Grande Predadores vieram através de 3 touchdowns, sendo dois deles marcados por Felipe Feijão, um extra point e duas conversões de dois pontos, dando números finais ao jogo com o placar de 33 x 23.

Polêmica do Jogo

A polêmica do jogo ficou por conta da arbitragem que foi montada pela Federação de Futebol Americano do Cerrado (FeFAC) para atender a necessidade do Goiânia Rednecks.  

 

O Comitê gestor da BFA, responsável por definir o quadro de árbitros juntamente com a ANAFAB, não entrou em acordo sobre os valores a serem pagos para os árbitros por partida, que estava estipulado no valor R$ 200,00, mais transporte, um aumento de  66,67% em relação ao valor pago em 2016.

 

Preocupado com o reajuste e o que isso acarretaria em custos para a organização do jogo, o vice-presidente e técnico do Goiânia Rednecks, Igor Oliveira, entrou em contato com a FeFAC para ver se eles conseguiriam intervir em prol do time. No entanto, parece que a federação não obteve êxito junto a ABRAFA, conseguindo uma redução do valor apenas para R$ 190,00 por árbitro, mais transporte, o que ainda estava fora dos valores previstos pela equipe que era de R$ 150,00 por árbitro. 

 

Para manter o quadro de árbitros aprovados e reconhecidos pela ANAFAB, a diretoria do Goiânia Rednecks ainda tentou negociar sobre a quantidade de árbitros para apitar o jogo, mas conforme o vice-presidente do Goiânia Rednecks relatou, a ABRAFA não quis reduzir o quadro para 5 árbitros. Mesmo o regulamento do campeonato, no seu artigo 15, prevendo essa possibilidade.

  

Devido a toda situação que permeava a estreia do Goiânia Rednecks na BFA, a FeFAC formou um quadro de árbitros composto por ex-jogadores que já haviam apitados jogos anteriormente e árbitros recém formados em clínica organizada pela federação e ministrada pelo árbitro nacionalmente reconhecido,  Jean Pierre.   

O Head Coach, Igor, ao ser perguntado sobre o assunto de usar os árbitros selecionados pela federação, disse que a atuação da FeFAC foi crucial para a realização do jogo e que os árbitros que participaram do jogo não atuaram de forma tão diferente dos que já apitaram em outros momentos em Goiânia.

 

"A região de Brasília/Goiânia não sofre de hoje com a atuação dos árbitros nos jogos, mas após o término do jogo eu dei uma olhada superficial no vídeo, os árbitros não interferiram no resultado do jogo. Alguns erros forma cometidos, mas para os dois lados".

 

Pelo o que foi levantando por nossa equipe, A FeFAC tentará essa semana uma reunião com a ABRAFA para acertarem a arbitragem dos próximos jogos. 

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags