Participação do Bulldogs na BFA2 ainda é incerta

4/4/2019

 (Foto: Lanna Silveira - Quadro Fotografia)

 

Menos de uma semana após o calendário oficial do BFA2 ser divulgado a participação do Santa Maria Bulldogs, do Distrito Federal, é incerta no momento. O time estava sendo gerido pelos dirigentes do Leões de Judá, que usaria o nome e a camisa do Bulldogs para atuar com o time “B” e dar experiência aos jovens atletas que o Leões desenvolve. Atualmente o time está oficialmente fora da BFA2, mas os dirigentes do Leões dizem que negociarão com os organizadores a volta do time de Santa Maria à competição nacional.

 

A presença do Bulldogs na BFA2 pegou de surpresa o universo do futebol americano de Brasília, uma vez que o time deixou o futebol americano em 2018. No entanto dois indicadores mostravam o interesse do Leões em atuar com o time B na segunda divisão nacional com a camisa do Bulldogs: A compra dos uniformes do time de Santa Maria no início do ano e a nova comissão técnica formada por alguns dos integrantes da comissão técnica do Leões, comandada pelo coordenador defensivo Alex Rezende, que seria o head coach do time “filiado”.

 

Segundo o presidente do Leões, Adalberto Dadau a BFA não autorizou a participação do Bulldogs sob administração do Leões e que foi pedido pelos organizadores da BFA que o Bulldogs tivesse outra direção. “A BFA pediu que a administração do Bulldogs fosse outra. Por isso tirei a mão”, explicou o mandatário.

 

Mas, procurada pela reportagem, a BFA disse que o Bulldogs alegou que estava passando por dificuldades e solicitou, no dia 1° de abril, a saída da competição. A BFA disse ainda que negou o fato do Bulldogs ser administrado pelo Leões foi impeditivo para o time de Santa Maria participar do torneio.

 

Sem a administração do Leões, o Bulldogs teria dificuldades para realizar o pagamento da inscrição do torneio sendo único time da conferência Centro-Oeste que não realizou o pagamento de nenhuma parcela da inscrição. “Se puder voltar e administrar o Bulldogs oficialmente, garanto que ele joga”, afirmou Dadau.

 

No entanto o imbróglio ainda não foi resolvido. O Leões de Judá diz que buscará, junto à BFA, o retorno do Bulldogs ao torneio sob o seu comando. Caso a BFA não autorize, a participação da equipe ficará seriamente comprometida, uma vez que o time terá pouco tempo e recursos para poder voltar ao campeonato.

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload