Flamengo conquista o troféu de campeão no Barcos Curtos 2019

                      (foto: CBR/Sátiro Sodré)

 

O Clube de Regatas do Flamengo (RJ) foi o grande vencedor do Campeonato Brasileiro de Barcos Curtos 2019, realizado na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro, entre 11 e 14 de abril. O clube carioca conquistou 13 medalhas de ouro nas 24 provas disputadas em duas fases. O Botafogo (RJ) levou o troféu de vice-campeão com 6 medalhas de ouro.

Na primeira fase do campeonato, Troféu Brasil de Barcos Curtos, os atletas competiram sem distinção de categorias em confronto direto, definindo o ranking absoluto por barcos em cinco provas. O Flamengo foi o clube com o maior número de medalhas nesta fase, sendo 3 de ouro, 2 de prata e 5 de bronze, incluindo um barco misto no Dois Sem Masculino. 

No Single Skiff Feminino, as remadoras Milena Viana (Flamengo) e Vanessa Cozzi (Flamengo) repetiram o resultado de 2018, conquistando respectivamente o ouro e a prata da categoria. Esta é a terceira vitória consecutiva da atleta Milena na prova. Em 2018, a atleta Vanessa competiu pelo Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo.

Os remadores Uncas Tales Batista (Botafogo) e Lucas Verthein (Botafogo) também repetiram o mesmo resultado de 2018, com a conquista do ouro e da prata no Single Skiff Masculino. Os atletas ficaram com apenas 2 segundos de diferença no tempo. Xavier Vela Maggi (Flamengo) também repetiu o resultado de 2018 no Dois Sem Masculino, porém agora fazendo dupla com seu irmão Pau Vela Maggi (Flamengo). Este é o terceiro ano consecutivo em que Xavier conquista o ouro da categoria.

No Dois Sem Feminino, as atletas Daniele Ramos e Dayane Pacheco conquistaram o ouro formando dupla pelo Flamengo. Em 2018, Daniele foi bronze pelo Vasco da Gama (RJ) e Dayane bronze pelo Botafogo. Novos nomes também estrearam no topo do ranking do Single Skiff Masculino Júnior. Tomás Levy, do Sport Club Corinthians (SP) conquistou o ouro. Em 2018, ele havia ficado em sexto lugar Final A do Single Skiff Masculino Júnior B. Breno Robert, do Vasco da Gama, conquistou a prata depois de ter subido ao topo do pódio no Single Skiff Masculino Júnior B em 2018.

 


PROVA                                         1º LUGAR                     2º LUGAR                      3º LUGAR
Single Skiff Feminino                Flamengo                    Flamengo                      Flamengo
                                                     Milena Viana               Vanessa Cozzi              Yanka Britto
                        

Single Skiff Masculino               Botafogo                       Botafogo                      Flamengo
                                                      Uncas Tales                   Lucas Verthein            Evaldo Becker
    

Dois Sem Masculino                 Flamengo                     Flamengo                      Misto
                                                     Xavier Vela Maggi       Emanuel Dantas          Gabriel Campos
                                                     Pau Vela Maggi           Vangelys Pereira          Willian Giaretton

            
                                                    Flamengo                     Guaíba-Porto Alegre    Flamengo
Dois Sem Feminino                 Daniele Ramos             Isadora Greve              Evelen da Silva
                                                    Dayane Pacheco          Manuela                        Mariana Funari
    
Single Skiff Masc                      Corinthians                  Vasco da Gama             Flamengo
Junior                                         Tomás Levy                  Breno Robert                 Piedro Xavier
    
 

 

Na segunda fase, Brasileiro de Barcos Curtos, as disputas aconteceram por categoria em 19 provas. As Finais foram formadas pelos seis barcos mais rápidos de Júnior, Sub 23, Peso Leve e Sênior, conforme os resultados da primeira fase. O Flamengo conquistou 10 ouros na segunda fase, seguido pelo Botafogo com 5 ouros e pelo Corinthians com uma vitória.

Esta é considerada pelos atletas a competição mais importante da temporada, pois os resultados são utilizados no processo seletivo da Seleção Brasileira de Remo. Anterior ao Brasileiro de Barcos Curtos, os atletas enviaram para a CBR os resultados obtidos nos testes de remoergômetro do SNAR (Sistema Nacional de Avaliação de Remadores). Os resultados do SNAR e do campeonato são somados e avaliadas para a convocação de atletas.

Os remadores participantes representam 25 clubes de dez estados: Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Norte. O evento foi organizado pela CBR em parceria com a Federação de Remo do Rio de Janeiro (FRERJ) e contou com apoio da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Rio de Janeiro e da Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro (SUDERJ). O Brasileiro de Barcos Curtos 2019 utilizou recursos da Lei Agnelo Piva de apoio ao esporte.


 

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload